O cara que ganhou o público

Eu gosto de Will Smith. Ele é um cara super carismático e é um bom ator. Faz projetos legais e tudo mais. Dizem que ele é o responsável pelos sucessos de seus filmes, e com “Eu sou a lenda” que estreiou no Brasil essa semana, a conversa não é diferente.

Não vou negar que estou querendo muito assistir a esse filme, para ir me consolando até poder ir vê “Cloverfield”; sem contar também, que eu gostei muito de “Constantine”, que, caso não saibam, é do mesmo diretor que comanda o novo filme de Smith.

As críticas estão bem favoráveis, e é involuntário a criação de expectativas. Mas aí as pessoas insistem em “endeusar” Will Smith, e isso já é um pouco demais. O cara pode até ser destacável, mas ele não é e nunca foi o melhor ator da atualidade. Na verdade, se me pedissem uma lista de bons atores dos últimos tempos, tenho dúvidas se iria lembrar de incluir Smith.

Contudo, amando-o ou não, pretendo ir sim assistir ao seu mais novo filme. Até porque, tomara que eu esteja errado, acredito que ficarei bem mais eufórico se vê antes da exibição do filme, o trailer de “Cloverfield” ou “The dark knight”.
Anúncios